terça-feira, 25 de janeiro de 2011

feiurinha..

Tem dias que eu me sinto feia - feia não - HORROROSA, tenebrosa, terrible! São aqueles dias que até se um principe mais lindo do mundo, me pedisse um beijo, eu negaria, porque realmente ia achar que ele tava de zoação com a minha face!

Tem dias que o espelho é meu maior inimigo e amigo ao mesmo tempo - as minhas contradições de sempre. Tá lá o espelho o " super-sincero", me mostrando o quanto eu sou indesejável. Taí a feiúra que nem sempre é física.

Tem dias que minha alma está realmente feia, precisando de uma maquiagem. Uma tristeza constante, a vontade de não fazer porra nenhuma, a raiva total e completa do mundo e de todos que nele habitam, a solidão.

Quem nessa vida define a beleza como algo pessoal e intransferível? Se apresente por favor e me tire dessa fossa. Eu sei, eu sei, eu sei, já repeti milhões de vezes pra mim  que o que importa é a beleza interior. FODA-SE eu não tenho nenhuma das duas, kkkkkk e ae O QUE FAZER? PRA ONDE IR?

Penso em virar freira, me dedicar totalmente a orações e etc. Mas admito que nunca irei conseguir, é apenas um pensamento de felicidade infeliz que eu nunc terei. Desejo é o que eu mais tenho, ia viver em auto-mutilação constante, kkkkkkkkk, senhooor, quantas penitências eu ia ter que pagar? imensidão....

Acho graça do mal feito, consequentemente acho graça de mim. Eu juro que tenho a mente mais fértil desse mundo #doceilusão, quando na verdade o único adubo que eu utilizo é o da sacanagem. Mente fertilizada com impurezas, e eu querendo ser freira, ai ai.

Faço piadinhas e comentários maldosos sobre todo mundo, ninguém me escapa. Sou chamada de insensível diversas vezes, e sou mesmo. Se alguém me viu chorar, foi de raiva e só! Sou ruim, feia e egoísta, digo e repito, assim como a querida Lispector " quem me quer, não me conhece, e quem me conhece me teme" porque eu sou imprevisível baby! E continuo achando que antes um pouquinho de inteligência a um rostinho e corpitxo bonito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário